who am I

My career to date has been in top global media organizations as a very successful creative content executive with extensive record, and notable accomplishments in many editorial areas, always driven by strategic vision and leadership. I’ve led and managed teams of all sizes in programming, production or acquisitions; and have produced, written, developed, directed or acquired hundreds or hours of content in linear and non-linear platforms. Most importantly, I guess, is that to every group I join, I bring vitality, creativity, innovation, and a boost of energy whatever phase we are in this ever-changing media ecosystem. I love what I do. I also speak four languages; I’m cultured, well-traveled, experienced in Latin America, Europe, South East Asia and the US.  In other words, if this was The Amazing Race, you’d want me on your team!

Best in Show 2017

Se alguém tivesse passado o ano em coma e acordado só agora com vontade de ver TV, a primeira série que eu recomendaria binge watch seria a excelente The Handmaid’s Tale (Hulu), seguida de Big Little Lies (HBO). As duas são adaptadas de livros de autoras de bestsellers, cada uma em seu tempo, e que hoje vivem um pequeno renascimento. Na TV, Big Little Lies, é um alívio de se ver: gente bem vestida, trilha ótima, locações incríveis. This Is Us, em sua segunda temporada ficou mais escura mas não menos bem escrita.  Game of Thrones ficou mais grandiosa, sem ligar a mínima para roteiro mas cada vez mais veículo de cultura pop. Depois viriam as comédias inglesas e inteligentes, como a genial Catastrophe, na terceira temporada, e Fleabag, que foi lançada no ano passado, mas qualquer um deveria ver de novo. Gostei muito de Mindhunter (Netflix) e de Manhunt (Discovery), The Americans (AMC) sempre foi boa, a israelense Fauda foi uma ótima surpresa. Mas quanto à qualidade do roteiro, da história, da consistência de personagem, tema e tudo mais: Better Call Saul (AMC) continua imbatível, sendo que um episódio em particular nesta temporada, Chicanery, chegou a ser shakespeariano!